quarta-feira, 29 de junho de 2011

O CORVO E A PANDORA

Ali sentada a cadeira um tanto absorta do alvoroço em sua volta.
Senti em minhas entranhas que aquela era a chave que a tanto almejo ter.
Sim, a chave que abre as portas para o meu poder e prazer.
E estava alí diante de meus olhos, podia até sentir o cheiro como se fosse um cão a farejar o que não procurava no momento.

Não é a perfeição em beleza, nem negligencia atributos interessantes, é dotada na medida adaquada ao meu gosto.
Eu preciso ser sagaz em aborda-la sem a intimidar. Algum mistério me sussurra aos ouvidos que eu posso ter em mãos uma caixa de Pandora, se não souber usar a tecnica certa para abri-la, será um erro letal.
Armei o ataque, e foi certeiro sem um risco de duvida dela escapar de minhas garras.
Tudo pronto para o ritual que agora segue interruptamente por um tempo limitado.
Ela é minha, seu corpo é meu, e logo sua alma somente é o que lhe restará.
Sou a Serpente e Ela é o meu alimento.

terça-feira, 28 de junho de 2011

DE SEDA

Quando li este POEMA que segue abaixo;
Senti que em um determinado paragrafo, encaixava-me nesta imperfeição vivenciando a poesia real, e entre rimas e prosas sigo a seta que leva a criatura que me 'beija a boca sem pedir permissão"  .
Então tomei a liberdade de pedir o consentimento ao autor do mesmo, e postá-lo aqui com todos os devidos direitos declarados.
E desde agradeço ao Sr: Ulisses Reis do Blogg http://ulissespoemas.blogspot.com 

Aviso de Lady

Agrada-me tua má companhia
Nem pensar em criar juízo
Pois você acha mesmo que o menino
Vai crescer e ter juízo
Não ele quer mais beber cerveja
Beijar a boca sem permissão
Que as perfeitas companhias
Da noite e sem preconceito
Onde nas bundinhas vai passar a mão
Uns dirão má companhia
Eu direi, ela é sim divina!
Mostra-me o lado escuro da vida
Mas tudo com consciência sem abuso
Agora se ficar distante e não for atento
Não reclame de ficar falando sozinho
Pois o aviso é explicito, não é vitima!
Não adianta ficar perto, participe!
Assistência não é só quem assisti

Ulisses Reis®
16/06/2011

segunda-feira, 27 de junho de 2011

DISTRIBUIDO DESEJOS E CARINHOS

Dedico a minha musica favorita ao Casal 20 - Veronika e Cláudio do http://veronikaeclaudio.blogspot.com que indicaram o meu Blogger para receber este mimo.

Bom, a lição do selinho é escolher qual a musica lhe faz suspirar!
Então a musica que escolhi de Roberto Calos - Rotina, não faz  referencia a alguem, é simplesmente porque ela me faz viajar sempre que a ouço.

Escolhi cinco bloggs em especial. Mas não sintam-se excluidos, dedico a TODOS adoraveis visitantes.
* http://www.tattourouge2.com
*http://lesadaeapimentada.blogspot.com
*http://docesexo.blogspot.com
*http://seximaginarium.blogspot.com
*http://hard-jota.blogspot.com

Ainda coloco o link de todos aqueles por onde gosto de passar.

Rotina - Roberto Carlos (1973)

domingo, 26 de junho de 2011

POVOANDO SELOS, MEU E SEU - LEVA VAI!


Aquele que reconhece o carinho recebido não agradece, pois este torna o agradecimento pequeno diante do valor merecido. Por tanto expressarei o meu agradecimento assim:

A Pimentinha do BLOGGER http://lesadaeapimentada.blogspot.com/ que indicou-me este selinho repassado do Casal 20,dedico a TODOS os visitante que por aqui passarem .
Respostas as perguntinhas tesudas.

1 - Parte do corpo.
*  Meu olhar!

2 - Parte do corpo de alguem.
* A boca ( me tira o sossego) !

 3 - Um tesão reprimido - enrustido por alguem?
* Tenho isso não, (  ou se tenho não lembro por quem)!

 4 - Um brinquedo ou uma brincadeira?
*  Algemas e vendas nos olhos, brincar de provocar o parceiro!

 5 - Uma pegada.
* Aquela sem chances de fuga ( tesão e desejos)!

6 - Uma palavra - uma frase.
* Quero-te - Agora !

7 - Um sentimento?
*  Todo aquele que é saudavel para qualquer ser!

Agora é sua vez de responder, não vale ficar timido-a

quinta-feira, 23 de junho de 2011

DOCE LETAL

O vestido de saia solta provocando criaturas de olhares furtivos .
A boca moldada na cor da luxúria num convite a pecar:
Um sorriso em malícia é porta aberta aquele que enfeitiçar no seu olhar.
É de facil caminhar, jeito manso a falar como cartas  viradas na mão daquele a blefar.
É fatal, faminta a observar aquele cujo, é invitável cair em sua teia!

quarta-feira, 22 de junho de 2011

PANDEMÔNIO


Estou castigando á mim; por ainda comportar-me como uma garotinha que fica em frente a janela a esperar aquele misterioso cavaleiro no seu cavalo negro .
 Ele se comprometeu, o encontro seria no mesmo jardim quando a primeira vez provocou-me palpitações e minhas mãos não tinham lugar onde pousar diante a ansiedade de sua presença !

terça-feira, 21 de junho de 2011

MULHER - BICHO RUIM

 EU JA FALEI ...

- Vamos parar com isso, sim!

- Mas "amor" por quêêêê...eu não posso falar?

- Estou dizendo que não quero que fale. Entendeu?

- A...mor..., é tão gostoso falar assim.

Hám, não: pode ir parando!

- Tá bem, não a chamo mais de " AMOR" .

- Otimo,  bom menino vadio.

- Eu não quero que me chame assim de " Menino Vadio" .

- Há, vai a mierda, chamo você do jeito que eu quizer! 

- Ô Mulher, cruzes.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

DESEJO ALÉM

O coração acelerado como se estivesse corrido uma maratona.
Chegando ao fim da escada colocou os óculos escuros para disfarçar;
ali observando a criatura que parecia distraída ao resto,mas atenta a ouvir uma conversa paralela.
Tudo estava perfeito, o mesmo sorriso sapeca, a mesma euforia dos abraços,beijos, olhar indecifravel.

Será que estou a enlouquecer ou vi um brilho admirado naqueles olhos?

É, em meio ao meu proprio caos devo estar pescando sonhos do abismo!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

... UM TANTO SEM APETITE


...Andei por por aí olhando, averiguando, observando as especies.
Há muitos propdutos a mese para se servir avontade, e se fartar.
...E fiz uma descoberta tragica; ESTOU SEM FOME E SEDE.
Sem a vontade de querer ter...; ESTOU COM MEDO MIM!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

A MULHER DO OUTRO

Eu me sinto pior que os outros;

Porque prefiro infinitamente mais o despeito espontâneo aos fingimentos açucarados;


Pois aqui  é que está o veneno.


( Amante de Lady C. )

domingo, 12 de junho de 2011

É, FALANDO A VERDADE

 Parecia ser  Ela o presente, até que...!

 Muitos mimos, beijinhos,  presentes, e mais beijinhos.

- Mas e o sexo?

- Não estou muito bem , sabe !

- O que houve, você não me ama mais não é?

 - Amo sim! Amo muito. Só não estou com tesão para fazer sexo com VOCÊ!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

O Coroa da Esquina

Quando ainda menina (inocência)
Eu já sentia rubores na face, e arrepios em parte do corpo;
quando me deparava com Senhores e seus cabelos grisalhos e nada romanticos.
Era algo que me deixava com frio na barriga,
só em imaginar um  deles me pegando de jeito entre os corederes escuros da casa de vovó.

Um belo senhor diga-se  de passagem.
Esté é o Coroa da Esquina qual onde moro.
Já com fios de cabelos grisalhos, alto e jeitoso!
Isso o torna ainda mais atraente a criatura.
Corpo não definido, bem, nesta idade raros são aqueles que não tem uma barriguinha saliente.
Ele costuma usar roupas em tons claros.
Isso realça ainda mais a cor de sua pele clara, olhos verdes, ou seria azuis, não sei ao certo.
Outro dia eu passava, e ele estava a fechar o portão da Empresa.
Tentei evitar não olhar, mas não resisti a tentação.
Com barba bem feita, camisa branca com riscas vermelhas e calça jeans azul bebê.
Notei o anel no dedo ao invés de aliança. Mas aposto meu reino que ele é casado ( para variar) !
Deixou vazar aquele sorriso sedutor que deixa escapar ao me comprimentar;
Fazendo gesto com a cabeça.
Esse dia ele falava ao telefone, então desviei o olhar rapido para disfaçar o desengano.
Inevitavelmente tenho que passar em frente a empresa dele.
Sabado, indo ao mercado, caminhava distraída quando avisto Ele saindo na porta.
Logo se adiantou até o portão, cujo fica ao lado da passagem.
Sutilmente deu-me, - "Boa tarde, seguido de um sorriso malícia"
Quase emudeci de susto!
Recuperando de imediato, retribui a saudação no mesmo tom, sorriso timido, impensado.
A brisa fria tocando minha face, mas eu senti o rosto queimando.
Todo o corpo um vulcão prestes a entrar em erupção, uma sensação maravilhosa, excitante e depravada.
Mil pensamentos imorais, sorriso safado.

O vestido branco semi-longo, salto alto alimenta idéias pervas.
Aquele coroa me deixa se não louca, no minimo euforica!
Ah! E quando o vejo dentro da quele jipe cor de chumbo com ar de peripécias...
Parece um Deus Grego todo majestoso a me convidar para deliciosas aventuras.
É, quem sabe..., um dia, e. Devorarei sem pressa - O Coroa da Esquina!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

TRÊS NOITES ESPECIAIS...

E não decidi ainda com que roupa vou...na duvida, se não fosse este maldito frio, já ia sem nada, tá, já sei; sem nada é muito sem graça.
Para dificultar só um pouquinho
Seduzir discretamente
Ir logo para a sobremesa
Um toque Angelical
Fazendo docinho ...

Tirando a concentração
Uma pitadinha de provocação

Ou / Comportadinha sempre....e que tá dureza decidir !

segunda-feira, 6 de junho de 2011

TRAIÇOEIRA-MULHER

Ela tem um jeitinho pacato,ponderado;
Mulher quase intocável!
Qualquer um é capaz de jurar que ela é a mulher mais recatada do bairro.
Dona do Lar exemplar, esposa impecável e maravilhosa.

Ao cair da noite, ela  entra na banheira de espumas;  
Massageando o corpo com óleo de essência num ritual sagrado.
Ponhe seu melhor vestido, se arruma  toda, sai deixando o perfume no ar.


Mas ao regressar, de novo aquele semblante de  garota travessa  
resalta em seu olhar!

Ela é a RELIGIÃO buscando qualquer PAGÃO ! 

domingo, 5 de junho de 2011

UMA GOTA DE ÁLCOOL E UMA FAÍSCA A FAVOR DO VENTO


Quatro dedos de leite quente com chocolate e dois dedos de conhaque.
Virando o copo, involuntário cuspi fora  - isto é horrivel!
Ele bebeu um gole que desceu a guela pipocando - caramba, tá mesmo ruim, eu vou pedir outro.
A mesma medida e dois dedos de Vodka, virando o copo com mais cautela,
degustei e engoli sem fazer careta desta vez!
Ele experimentou, - hummm, este sim está uma delicia!
E virou na boca a pura vodka que havia sobrado da mistura, tomando de um gole só.
Aquilo me pareceu tão incrivel que não resisti em apenas olhar.
Segurando o rosto entre as mãos, puxando para junto, com o sabor da bebida aos lábios ambos como dois imãs.
Logo o beijo foi tomado por um tesão desvairado, quente,gostoso e ambicioso.
O Boteco estava lotado de machos acompanhados com seus copos de bedidas quentes, geladas, frias.
Uns olhavam com um certo desconforto, outros eram indiferente a cena, porém, aquele ali solitário com seu copo de cerveja a mão olhava de um jeito invejoso, os olhos eram como duas tochas querendo queimar-se junto a chama do corpo da Dona.

Sussurrei algo vulgar em seu ouvido, em poucos minutos já estavamos adentrando num motel  de beira de avenida dos mais ordinários que ja conheci.
Uma suite ralé, o cheiro de sexo, e água-sanitária empregnados no ar como fumaça, sufocante respirar.
A atração da suíte fica por conta dos espelhos espalhados  por todos os lados, desde o  rodapé ao teto.
Aqueles exageros; tanto inibia-me quanto excita minha demência.
Ele gostava  de se vê diante aos espelhos durante o ato. Alerta de vaidade, aproveitei disso para usar ao meu favor.
Era estranho está alí...
Mas era um tesão delirante .
Estou acostumada com coisas mais refinadas, habituada a entrar em Hoteis cinco estrelas com suas suítes requintadas, a Motéis-suites de classes especiais.
Mas este chulo, alimenta as depravações mais obscuras que há em mim.
Ou não era o ambiente?
Talvez, sim... claro!
Talvez seja  este pequeno demônio que desperta em mim prevaricações e encendeia-me de modo perfeito.
Roupas jogadas sobre cadeiras, mesa, cama, ao chão, duas peças ainda resisti em meu corpo. Meias 7/8 com barrado rendado e os escarpim que incitam de modo sensual dentro desta alcôva de fogo.

Mãos agéis, bocas sedentas,corpos envolvendo-se como serpentes enfurecidas numa dança de acasalamento.
Enroscando-se, um devorando outro; faíscas corporais e o aroma de depravação rodopia entre as quatro paredes!
Fluidos, sabor, pulsando dentre outro e as respirações fora de compasso do ritimo acelerados aos corpos molhados, suados
Ele transbordando em ondas, imundando suas espumas no mar de meu corpo num urro de extase final. Entregue-me literalmente aos meus desejos de fogo em tesão.

sábado, 4 de junho de 2011

PAGINA 131

De um Titulo Qualquer.

(...) Quero que as Mulheres excitadas, 
se identifiquem comigo.
Queiram me comer e comer todo mundo que nunca se permitiram saber que queriam comer, quero criar um clima de luxúria e sofreguidão.
De noite, sozinha, isso acontece.
Às vezes por causa de um drinque, um baseado, uma musica, uma foto, uma coisa qualquer que altere ou provoque a consciência. 
Às vezes, aparentimente por nada.
Mas todas as mulheres - todos os homens, mas agora falo de mulheres - já sentiram e sentem um momento em que são puramente sexo e pulsam sexo por todos os lados e
ficam com medo de si mesmas e se descontrolam, compreendem tudo sobre sexo e querem tudo,
é uma sensação avassaladora de absoluta sexualidade, um momento em que a sacanagem toma conta de tudo, e ela se sente fêmea, devassa, puta, ela faria tudo, tudo, ela quer foder, ela quer fazer tudo! (...)

* Ela seria eu neste exato momento? *

sexta-feira, 3 de junho de 2011

TÁ, EU SEI...

Não era para rir, mas ao ler esta perola no G1 não resisti e cai na gargalhada XD - =P

Trocando as bebidas ,vai de Alcool ou Gasolina?
EMBRIAGANDO-SE

Um alemão de 56 anos sofreu sérias queimaduras depois de tomar um gole de gasolina enquanto fumava um cigarro. O acidente foi feio.

O homem, que vive na pequena cidade de Gross Godems, no nordeste da Alemanha, aparentemente confundiu uma garrafa de gasolina com uma de álcool, segundo a polícia.
Ao dar a primeira golada, sentiu o gosto ruim de seu engano e cuspiu tudo na direção do cigarro aceso.
Formou-se uma imensa labareda. Seu apartamento ficou em chamas. O alemão, que não teve o nome divulgado pela polícia, está em tratamento.

Por pouco, a população de Gross Godems não perde mais um de seus 394 habitantes.
( Fonte - Noticias do mundo)

Conheço alguem que tomou água sanitária gelada pensando ser soda limonada *Hi-hi-hi*  e a criatura nem dor de estomago sentiu. Cuidado com o toma ô mané!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

ABISMO MACABRO

Não me vê, não me toca, não sente o meu cheiro;
Não reconhece minhas sensações, não tem nada de mim para alimentar-se;
A não ser aquilo que sua imaginação molda para você.
Ou acha que não sinto o mesmo desespero?
Sempre que vem a minha mente aquela criatura,
num quarto todo branco, tendo a penas a imagem perfeita de você como referencia do meu desejo?

Contente não fico, pois estou  acometer mais pecados .
A inveja me sonda  ao saber que alimenta alguma especie de emoção por alguem que poderia ser de fato eu....estando na sua frente segurando seus pulsos talvez eu possa a vim sentir que o alvo certo! Mas por enquanto não vou cair no abismo das ilusões .Tento não cair em contradição, para não sentir o fracasso da minha imagem de Ti se desfazendo feito espumas.