segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

EM RUINAS

A TEORIA DA CORRUPÇÃO.

Neste caso, a corrupção do corpo ou até mesmo da alma.
Falando sobre aqueles que ousam se permitirem serem corrompidos pelo o extacsy do prazer.
Isto é, quando gosta-se dos prazerres em ecesso, seja de forma emocional ou superficial, sim; podemos sentir tal prazer sem que tenhamos tal conhecimento.
Aquele prazer exótico passageiro ( sem culpa, sem pedágios, sem licenças) sem nenhuma especie de contratos!
É este que nós corrompe com um furor intenso, chegando a devastação e degradação do corpo.
Sem igual ter tal poder nas mãos e saber que o mesmo só te eleva ao abismo.
Sentimos o pés afundando em meio ao caus e ainda sim a sensação é de QUE somos DEUSES!

domingo, 12 de fevereiro de 2012

BRINCADEIRA PODE VIRAR VERDADE?

Talvez possa.

 Conversa à dois. Homem e Mulher

- Eu pago 50$, vai?
- Sem chances!
- Então, que tal 100$?
- Você bebeu mesmo né, risos*. 
- 250$, minha ultima oferta.
- Nada feito, não faço caridades!
- Eh, não quero caridade, quero meter em você!
- Ok. 
- O dobro disso mais as dispessas por sua conta, e tudo emcapado!
- Mas sou vasectomizado, não tem problemas.
- Não tem problema mesmo, tudo encapada ou acordo desfeito, pega ou larga?
- Tá bem, está bem, negocio fechado.
- Ah, já ia esquecendo: não tem acesso a area dos fundos e sem repetição no cardápio.
- Como é qui é ? Eu quero tudo!
- É SÓ PAGAR O TRIPLO DO VALOR E TERÁ DIREITO A TODOS OS BRINQUEDOS DO PARQUE.
- Que sacana você é:
 - Nem sabe o quanto ^.~*!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

GELO NA BOCA

- Só via estas coisas nos filmes mulher.
Até ele colocar o gelo na boca e beijar minha nuca, depois pegou-o e passou de leve no bico do meu seio, sabe aquele que sempre causa mais tesão ao ser tocado? - Bem , foi neste mesmo, arrepiou-me até a alma.
- Sofi, aposto que você ficou sem respirar.
- Eu fiquei é com um puta tesão e arrancando todas as roupas dos corpos.
- Sofi, o amigo vouyer estava lá?
- Estava sim, era o nosso motorista, como sempre, adoooro!

domingo, 5 de fevereiro de 2012

NÃO EXPLICO A FOME

 ESTOU SEMPRE FAMINTA PELO O PERIGO
O pensamento mais indecente que tive hoje
Te pegar no susto, rasgando parte de tua roupa e me afogar neste mar de tentação.
Xiu, não diga nada!
Eu quero tudo agora!