sábado, 29 de outubro de 2011

ELA, O QUER ...

...lançou o olhar para o sujeito segurando firme a atenção da queles olhinhos de Jabuticaba camuflados em segredos.
Apertou os dentes contra o lábio tatuando a marca dos caninos quanto que escapa um leve sorriso de mistério.
Roçando as pontas dos dedos em um dos mamilos, levando a boca o dedo para depois rodopiar o contorno do mamilo suavimente e só então apertar com firmeza, fazendo o sujeito sobressaltar num "huummmm" prolongado de dor, prazer, talvez um misto de ambos.
Pronuncia palavras descabiveis; mas que eleva o ego do sujeito, entorpecendo-lhe como droga.
O balançar das mechas de sedosos fios negros caídos aos ombros nus é como serpentes a lhe hipnotizar; 
Em ritimo de ondas arrebentando-se contra o paredão de desejos e  se desfazendo em espumas no corpo molhado do sujeito. 
Sujeito este; afoito, dotado de charme, faminto e guloso.
Ela gosta assim; Um tanto patife, cafa, quase vulgar, meio insano mas com um tempero gostoso.
Não peça,
Não a questione,
Não imponha = disponha-se!

Ela é assim;  uma Deusa ou, até mesmo uma Santa até enquanto lhe convém, mas  a que reina é megera,víbora, insana, totalmente desvairada, meretriz, messalina, mulher-dama, bicho no cio...Ela o quer assim; como um animal na relva, abocanhando-lhe, devorando-o de jeito.
O que ela quer é você, e não adianta se esconder, pois ela lhe encontrará sentindo o seu aroma de medo e desejo. 

2 comentários:

  1. Uhhhh...acho que agora preciso mesmo de um picolé rs

    ResponderExcluir
  2. Miauuuuu!!!

    Que coisa intensa querida ;)

    Miaubeijos com carinho =^.^=

    ResponderExcluir

Te olho, observo,leio-te; catalogando cada frase sua a minha pagina e grifo o parágrafo que me atraí. Escarlatte